Mude a mentalidade, mude os resultados

Claudio Barboza /// 03 Agosto 2019

Dois irmãos viviam em uma pequena cidade, ambos tinham o mesmo sonho: ganhar muito dinheiro. “Um deles tinha uma grande visão e foi para a cidade grande onde se conectou com oportunidades que trouxeram fama e dinheiro. O outro irmão ficou o tempo todo dizendo para as pessoas o que faria quando tivesse um milhão de dólares Esse nunca conseguiu mais do que uma audiência rural.”

Essa interessante parábola foi escrita por Florence Scovel Shinn, em 1920 no livro O Caminho Mágico da Intuição. Florence foi uma mentora e espiritualista aclamada por seus livros de assuntos então chamados de metafísica nas décadas de 1920 e 1930.*

Mas o que determinou o sucesso de apenas um quando ambos iniciaram no mesmo contexto?

            O que determina o sucesso de alguns, enquanto a maioria fracassa?

A resposta é clara, a mentalidade.

Um deles, atento a sua visão, foi para a cidade grande em busca de oportunidades. Lá ele decidiu que manteria sua mente aberta, atenta e positiva. Procurou não julgar comportamentos e se adaptar à cultura local. Com essa mentalidade, não demorou para que ele se conectasse com pessoas que contribuíram para que tivesse fama e dinheiro. Este sonhou, acreditou e agiu. Enquanto o outro irmão permaneceu apenas sonhando com tudo o que faria quando tivesse seus milhões de dólares. Este passava horas imaginando como seria quando tivesse todo o dinheiro do mundo esperando que as coisas caíssem do céu.

Será que existia merecimento. Podemos até achar que um merecia mais que o outro, ou até inferir que um era um bom irmão e o outro mau. Ter sucesso não tem nada a ver com ser bom ou mal. Pessoas boas enriquecem ou empobrecem na mesma medida que as de mau caráter. A verdade é que a história não traz esse julgamento de valor, ele está muito mais relacionado a crenças religiosas inseridas em nossa cabeça. Todos somos merecedores independente dos erros cometidos no passado.

Existia então diferença entre os sonhos? Não havia diferença entre os sonhos, os dois queriam a mesma coisa, porém havia uma diferença na forma de sonhar. E sonhar tem tudo a ver com mentalidade.

A maioria de nós sonha com uma vida melhor – pra nós, pra nossos pais, pra nossa família e amigos, porém não somos capazes de lançar mão de uma caneta e passar 30 minutos escrevendo aquilo que desejamos. Eu sei por que isso acontece… temos medo! Temos medo da dor da possibilidade de vermos claramente que não conseguimos alcançar aquilo que escrevemos. O papel vai jogar na nossa cara que fracassamos. Preferimos ficar no campo seguro do sonho, ou melhor, da ilusão. Sim, sonhar sem escrever no papel é apenas uma ilusão. Essa doce ilusão nos traz o gostinho fictício daquilo que desejamos. De qualquer forma já fracassamos. Não precisamos de um papel com nossa letra para dizer isso. A partir do momento que minha mente racionaliza e decide que não vai dar certo e me faz desistir antes mesmo de escrever, eu já estou um passo atrás do sucesso e um passo a frente ao fracasso.

Apesar de estar falando de fracasso eu não acredito nele. Uma mente positiva não foca no que vai dar errado, nem acredita que algo esteja errado. Para a mentalidade positiva o fracasso não existe. Tudo é lição, aprendizado, expansão e evolução. Faça um favor para si mesmo > risque a palavra fracasso do seu vocabulário. Seja corajoso, faça o teste e verá a diferença que isso faz nas suas atitudes. Confia em mim, conheço os dois lados.

Então, qual dos dois irmãos você quer ser?

Uma mente aberta, atenta e positiva é o segredo.

A mente aberta porque se permite enxergar novas possibilidades, novos caminhos e soluções. Ela é um pré-requisito para a criatividade, inovação e empreendedorismo.

Uma mente atenta está antenada ao que está acontecendo e consegue fazer ligações entre as oportunidades que surgem e os objetivos traçados. Sempre fazendo a melhores escolhas. Não significa dizer sempre sim, embora esta deva ser a nossa resposta mais frequente, mas significa também saber o momento de dizer não.

E uma mente positiva acredita no melhor, espera que o melhor aconteça e não sofre com a possibilidade de algo dar errado. Ser positivo não tem nada a ver com ser tolo, não enxergar o que há de ruim no mundo e viver no país das maravilhas. Isso tem outro nome, alienação. Uma mentalidade positiva tem a ver com escolher no que acreditar em relação ao futuro. É a escolha consciente de acreditar em algo que vai gerar uma boa atitude agora, em vez de escolher a opção que me faz sofrer por algo que sei se vai acontecer.

Encontre me nas redes

Torne-se um vendedor Águia!

As pessoas compram com o lado emocional e justificam com o racional. Pare de tentar vender usando argumentos lógicos e comece a vender usando as EMOÇÕES do seu cliente!

Ensinamos essa técnica neste E-book. 

Tenha em mãos o segredos dos vendedores Águia.

Fechar Menu

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/litorals/reeducacaopositiva.com.br/wp-includes/functions.php on line 4669